Mesmo que não escrevas livros, és escritor da tua vida. Mesmo que não sejas Van Gogh, podes fazer da tua vida uma obra de arte!

22
Dez 08

   

 

Se me dissessem que a vida é irónica eu desatava-me a rir. É que por acaso tem piada. xD Mas depois quando confrontada com várias coisas da vida, desde mortes, zangas, alegrias, tristezas...tudo num espaço de semanas começo a acreditar que a vida é mesmo irónica. Num espaço de semanas vi pessoas que gosto sofrerem demasiado. Falo por exemplo de perdas de bebé, doenças que acabam por ser fatais e por aí fora. Via-me super feliz por tudo o que acontecia fora do seio familiar mas depois quando punha os pés dentro de casa era como se em minutos o sol que havia lá fora se tivesse apagado. O ambiente em casa era sem dúvida pesado, não apetecia lá estar definitivamente. Era discussoes atrás de discussoes causadas pelos ânimos exaltados, nao havia espírito para piadas, brincadeiras. Obviamente que era compreensivel. Doía ver todos os dias a minha mae chorar nem que fossem lagrimas de pequenos segundos. Conseguia ver a dor que sentia, era visivel aos olhos de todos.
     Realmente nós seres humanos não somos nada neste mundo. =/ Nascemos para morrer. É a unica certeza que temos. Todos vamos passar por isso. Uns mais cedo que outros mas todos vamos passar pelo mesmo. Por muito que nos custe. Esse dia chegou para o meu avô. Custou à minha mae, às minhas tias, primos...até a mim me custou. "Até", soou mal eu sei. Não tinha grande ligação com o meu avô e sinceramente gostava de ter tido uma ligação comos os meus primos tiveram. Apesar de tudo custou-me! Obvio! Era o meu avô. Chorei quando recebi a noticia, chorei ao ver a minha mae e tias sofrerem, chorei ao dizer o ultimo adeus. Mas tentei ser forte para ajudar a minha familia e só um sorriso é que as confortava e nao lagrimas. Palavras amigas. Foi duro ver aquele ambiente todo. Mas...nao conseguimos evitar a morte. É nestas alturas que vemos os verdadeiros amigos, apoiam-nos. Estão lá. Pode ser um bocado mau, mas gostei. Gostei de ver o apoio que davam à minha mae e tias. Mas como tinha dito, a vida irónica porque tudo foi causado por um acidente de carro que levou o meu avô ao hospital. Ficou internado, melhorou e depois acabou por morrer. Mais irónico ainda é a causa da sua morte ser a mesma que da mulher (avó) e do filho (tio).. acidentes de carro. E se vos dissesse que foram todos no mesmo mês? Todos em Dezembro. Bastante mau. Pior ainda foi o meu avô ter sido enterrado no mesmo dia em que a minha avó foi, 21 de Dezembro. Passado 18 anos o meu avô foi fazer companhia à minha avó. Agora pergunto-me se o Natal nao está, de certa maneira, acabado para a minha mae e para as minhas tias? Provavelmente =S
    E quando eu pensei que a vida nao podia dar mais voltas eis que alguém me surpreende pela positiva. Pois é, até os casos que nos achamos PERDIDOS surpreendem-nos. Depois de ter sabido o que se tinha passado deu o ar da sua graça e demonstrou ser uma pessoa com coraçao e disse-me que tinha ali um amigo independemente do que digam e caso eu precisasse de algo para lhe dizer. Surpreendeu-me. Acreditem. Conseguiu por me a chorar. Nao fosse ele surpreender-me novamente mas pela negativa, tive a necessidade de lhe perguntar se estava a gozar com a minha cara e que eu nao estava com espirito para jogos e esquemas, até que ele me disse que estava a falar a serio. Pois é. Surpreendeu-me bastante. Nunca pensei que ele fosse dizer uma coisa dessas.
 
 
Bem com tanta coisa que nos acontece fico à espera do que é que a vida me reserva. Qualquer dia ainda descubro que, sei lá... o meu namorado é gay!? Ok era o que mais me faltava mesmo.
 
 
 

 

publicado por bepure às 12:23
sinto-me: Nem sei =S
música: When you look me in the eyes - Jonas Brothers

Nunca que vi tão dura com a vida... Bem, realmente tens motivos para estar assim :S
Não sei o que te diga sinceramente. É mau isso tudo que tu e atua familia estao a passar...

E quanto à ultima parte do pst eu percebi tudo o que quiseste trasmitir (para perceber é perciso conhecer a história e tê-la acompanhado e contiuando a acompanha-la de perto), sim, foi uma enorme surpresa, e mesmo depois do que essa pessoa diss eu nãi sei se acredito nas suas "boas intensoes", pois a vida e com a ajuda de uma pessoa (que nós bem conhecemos, a Isabel Sanchez) aprendi a ser mais dura (ainda) com as coisas, aprendi a ser mais desconfiada e a não acreditar naquilo que me trasmitem a quilómetros por meio de uma mensagem escrita ou porr chamada de voz. Quem mente ou engana uma vez mente ou engana sempre.

Beijinhos @
Com todo o apoio e amizade,
- Filipa Sales, a tua Filipinha :)
Filipa Sales a 24 de Dezembro de 2008 às 03:33

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2009

2008

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO